Inalador e nebulizador: qual a diferença entre esses aparelhos?

inalador e nebulizador

Que a inalação é o tratamento mais indicado para pacientes com problemas respiratórios, grande parte das pessoas sabe, a dúvida costuma ser sobre  qual aparelho, inalador ou nebulizador, deve ser usado.

Como a medicação utilizada na inalação é direcionada diretamente para os pulmões, o alívio respiratório é praticamente imediato.

Por esse motivo, o inalador e nebulizador, não apenas são utilizados em ambientes hospitalares.

Seu uso doméstico é recomendado para pacientes que sofrem de asma, bronquite ou demais problemas respiratórios.

O medicamento a ser ministrado, bem como o aparelho ideal para cada situação deve ser indicado por um médico, já que a automedicação não é recomendada.

Continue lendo esse artigo e saiba tudo que precisa sobre inalador e nebulizador.

O que precisa saber sobre inalador e nebulizador

Basicamente o inalador e nebulizador tem o mesmo objetivo, levar a medicação por meio dos vapores até o pulmão, para amenizar os sintomas e desconfortos causados pelas doenças respiratórias.

Menos conhecido, o termo nebulizador foi naturalmente substituído por inalador, pelo simples fato de ser mais simples, como também por estar diretamente relacionado a função do aparelho, a inalação.

Inalador

Esse aparelho é muito utilizado para a administração de medicamentos para os pulmões, como nos casos de asma brônquica e DPOC – doença pulmonar obstrutiva crônica.

Não raro, esses dispositivos podem ser utilizados em conjunto com um espaçador, com o objetivo de diminuir a deposição do medicamento na boca e garganta, principalmente das crianças.

O que vai determinar a escolha entre o inalador e nebulizador é o tipo de inalação que a pessoa deverá fazer, que podem ser de dois tipos.

Para a inalação seca, em que o composto ativo inalado é uma mistura de pó e ar, são utilizados os inaladores.

A principal vantagem desta modalidade de inalação é que a administração da dose é determinada sempre de forma muito rigorosa.

Contudo, sua desvantagem é a necessidade de coordenar com maior precisão a inalação da névoa liberada, a fim de assegurar a aplicação correta, por isso não são muito adequados para bebês e crianças menores.

Nebulizador

Aconselhado para a nebulização úmida, o aerossol pode contar com uma variedade de técnicas para ser produzido.

O que faz a distinção entre os tipos de nebulizadores é a tecnologia utilizada, por isso podem ser encontrados em modelos por ultrassons, ar comprimido ou rede.

Pelo fato de determinar com precisão o tamanho das gotas a serem inaladas, os nebulizadores são muito eficazes para atingir de maneira ideal o aparelho respiratório inferior, médio ou superior, logo, são indicados para inúmeras doenças respiratórias.

Como esse tipo de aparelho não exige quaisquer técnicas de respiração, e também por poder fazer uso de máscara, é ideal para crianças e bebês.

Inaladores e Nebulizadores pneumáticos

Por ser o primeiro modelo do mercado, foi, durante muito tempo, a única opção de inalador e nebulizador.

Embora apresente a desvantagem de ser bem barulhento e não permitir que o paciente fique em outra posição que não seja com a cabeça erguida.

Nos aparelhos de ar comprimido ou mecânico podem ser utilizados quaisquer tipos de medicamentos, diferentemente do que acontece com os ultrassônicos.

Alguns modelos de inalador e nebulizador pneumático são:

Inaladores e Nebulizadores Ultrassônicos

Mais moderno que os modelos anteriores, o inalador e nebulizador ultrassônico emite o mínimo possível de ruído, durante todo o período de utilização.

A quebra das moléculas dos medicamentos que esse aparelho proporciona, oferece uma névoa bem fina e por isso a absorção do paciente é facilitada.

Outro diferencial desse modelo de inalador e nebulizador é o fato de poder utilizá-lo em qualquer posição, possibilitando maior conforto ao usuário.

No entanto, assim como qualquer aparelho, também tem uma desvantagem, já que não é permitido a ministração de corticoides, que são muito utilizados por pessoas asmáticas.

Portanto, seu uso é recomendado para o público que usa esse procedimento de forma esporádica, para prevenção e tratamentos de problemas como as doenças respiratórios comuns no inverno.

Alguns exemplos dos modelos de inalador e nebulizador ultrassônico que poderão ser encontrados no mercado são:

Conclusão

Certamente, a convivência com doenças respiratórias é um grande martírio para um grande número de pessoas, mas que pode ser minimizado se fizer uso de um bom inalador e nebulizador.

Com tantas opções modernas disponíveis no mercado, com certeza encontrará aquele ideal para o seu caso.

Consulte seu médico e avalie qual modelo e tratamento de inalação são mais adequados para sua condição.

 

Este blog é destinado à democratização do conhecimento sobre respiração e busca ajudar as pessoas a respirarem melhor. Aqui damos dicas de exercícios respiratórios e também apresentamos os melhores aparelhos para a respiração que irão ajudar a ter uma melhor qualidade de vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.