Problemas respiratórios: conheça os 4 mais comuns e como tratá-los

problemas respiratórios

Cerca de 30% da população mundial sofre com algum tipo de problema respiratório. Ou seja, sofre com doenças que afetam o nariz, boca, garganta, faringe, laringe, traqueia e pulmões. E para que você conheça e entenda melhor os problemas respiratórios mais comuns, preparamos este post.

Acompanhe, saiba mais sobre o assunto e principalmente, se previna. Boa leitura!

O que são os problemas respiratórios

Os problemas respiratórios são condições que acometem as vias aéreas superiores e inferiores, podendo ser agudos ou crônicos. 

São doenças que causam um grande incômodo aos pacientes e não é para menos. A respiração é uma função vital para a sobrevivência e quando ela não vai bem, toda a saúde é impactada. 

Em algumas épocas do ano, quando o ar está mais seco, os problemas respiratórios são mais comuns, já que as partículas fiquem dispersas no ar, chegam aos pulmões e causam infecções. Outros fatores de risco são os ambientes fechados e a aglomeração de pessoas. 

Problemas respiratórios mais comuns

Entres os problemas respiratórios mais comuns podemos citar: 

1. Asma

A asma é uma doença crônica que pode atingir todas as pessoas, independentemente da idade. Porém, é bem mais comum em crianças. 

A asma causa a inflamação dos brônquios (estruturas por onde circula o ar), e as secreções geradas pela inflamação impedem a passagem do ar de forma adequada, provocando tosse e chiado no peito. 

Asma não tem cura, mas pode ser evitada quando se sabe quais são os fatores que desencadeiam as crises. 

A medicação indicada são os broncodilatadores, que devem ser usados apenas sob supervisão médica. 

2. Bronquite crônica

Muita gente confunde a bronquite com a asma, já que esta também causa uma inflamação dos brônquios que acabam ficando repletos de secreções. Porém, a asma se apresenta de forma aguda, em forma de crises. Já a bronquite, se manifesta por um longo período de tempo.

Os sintomas da asma e da bronquite são os mesmos: chiado ao respirar, o aperto no peito, a tosse seca e a respiração curta e rápida.

A bronquite crônica está relacionada com o tabagismo. Portanto, interromper o uso do cigarro é uma medida fundamental para evitar a piora do quadro.

3. Pneumonia

A pneumonia é uma doença infecciosa, provocada por um vírus, bactéria, fungo ou reações alérgicas. 

Os sintomas da doença são: tosse, febre alta, dor torácica, alterações na pressão e mal-estar associado à prostração.

O tratamento da pneumonia deve ser prescrito por um profissional da saúde, pois é preciso se utilizar antibióticos. Além disso, em casos mais graves, pode ser necessária a internação. 

4. Rinite alérgica

A rinite é a irritação associada à inflamação infecciosa, alérgica ou irritativa da mucosa interna do nariz. E isso ocorre porque o nariz é a porta de entrada para agentes invasores e em algumas pessoas as reações à esses invasores são mais intensas, ocorrendo obstrução nasal, espirros, coriza, dentre outros. 

Assim, é essencial manter o ambiente limpo, evitando o acúmulo de poeira, ácaros, fungos e outros elementos que podem causar alergias. 

Para casos mais graves de rinite são utilizados medicamentos e vacinas antialérgicas. 

Como prevenir os problemas respiratórios

Mesmo que alguns desses problemas respiratórios sejam crônicos, é possível prevenir ou mesmo evitá-los e para isso duas dicas preciosas são: manter os ambientes limpos e arejados e adotar bons hábitos de vida, como alimentação equilibrada e prática de atividades físicas. 

É interessante fazer uso de protetores anti-ácaros nos colchões e travesseiros e também ter em casa um inalador, item fundamental quando é preciso usar medicamentos ou soro fisiológico para tratar os problemas respiratórios.

Se você tem interesse em comprar um nebulizador, mas está na dúvida sobre qual é o melhor, confira nosso artigo Nebulizador ultrassônico ou pneumático: descubra qual é o melhor.

Este blog é destinado à democratização do conhecimento sobre respiração e busca ajudar as pessoas a respirarem melhor. Aqui damos dicas de exercícios respiratórios e também apresentamos os melhores aparelhos para a respiração que irão ajudar a ter uma melhor qualidade de vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.