Respiração pela boca e seu impacto na saúde bucal

respiração bucal

É comum que pessoas tenham o hábito da respiração pela boca, principalmente quando fazem algum esforço físico. Porém, esse costume é algo que faz mal à saúde, comprometendo a ordem postural, funcional, fala e deglutição.

A respiração é uma das ações fundamentais do organismo e deve ocorrer naturalmente pelo nariz, por meio de ação muscular que estimula o crescimento correto da face, do dente e influencia no desenvolvimento dos ossos. 

Soa estranho falar sobre a má influência da respiração pela boca no crescimento dos dentes, mas o que acontece é que quando há a respiração oral, rompe-se o contato dos dentes superiores com os inferiores. Portanto, respirar pela boca pode causar uma má oclusão.

Para mordidas inadequadas, o ideal é fazer um tratamento com um aparelho transparente. Esse procedimento faz com que aconteça a oclusão da maneira correta e, ainda, sem causar impacto estético pela falta de coloração da estrutura.

Respiração pelo nariz x Respiração pela boca

A respiração pelo nariz tem três funções importantes: a umidificação, aquecimento do ar inspirado e proteção das vias aéreas. 

Assim, respirar pela boca, além dos malefícios da arcada dentária, também pode ser prejudicial para o corpo em geral, pois oxigenar o cérebro com o ar bucal prejudica a capacidade de atenção e o rendimento nos estudos e trabalho.

De uma forma geral, os malefícios da respiração pela boca são:

  • Desenvolvimento errado do rosto e da arcada dentária;
  • Dentes tortos;
  • Gengivite;
  • Oxigenação do cérebro;
  • Mordida cruzada;
  • Mordida aberta;
  • Falta de crescimento da mandíbula.

Além de tudo isso, a cavidade bucal está completamente exposta ao mundo externo, sujeita a ter contato com bactérias, que podem se acumular e formar cáries e contribuir com diversas contaminações.

No caso da formação de cáries, principalmente quando atingir a polpa, o indicado é realizar um tratamento de canal, para voltar a ter um sorriso harmonioso e saudável.

A respiração bucal também pode favorecer o surgimento de manchas nos dentes e o ressecamento da cavidade.

Nas crianças ainda há outros problemas que podem ser originados pela respiração pela boca, como a Síndrome da Respiração Bucal (SRB), que causa problemas de sono e ansiedade.

Além disso, o problema pode afetar o desenvolvimento do aprendizado, provocar mais cansaço e maiores chances de desenvolver infecções respiratórias.

Por isso, uma forma de ajudar nesse problema é o processo de amamentação materna, com o auxílio no posicionamento do maxilar e respiração dos pequenos. Largar a chupeta a partir dos três anos de idade também ajuda. 

Outra ótima contribuição é procurar especialistas e profissionais da área para fazer o acompanhamento correto, indicando tratamentos específicos e conforme a necessidade.

Causas da respiração bucal

São diversos fatores que podem levar a pessoa a respirar pela boca, desde as mais comuns, como:

  • Amídalas e adenoides hipertrofiadas;
  • Desvio de septo nasal;
  • Alergias respiratórias;
  • Asma;
  • Sinusite;
  • Rinite alérgica;
  • Cornetos nasais hipertrofiados.

Bem como causas mais graves, como:

  • Tumores;
  • Pólipos nasais;
  • Deformidades congênitas da cavidade nasal.

Há, ainda, o costume de se respirar pela boca pelo simples hábito, uso de chupeta e sucção de dedo.

O hábito da respiração via oral também pode influenciar no sono à medida que se dorme cada vez mais de boca aberta, o faz com que a cavidade interna da boca esteja em contato com o mundo externo, o que pode fazer mal para a saúde.

Tanto o ar quanto a alimentação, tem contato com bactérias que existem no ar, nas mãos e embalagens. Enfim, é preciso ter cuidado com isso, pois o acúmulo de bactérias pode fazer com que determinada pessoa tenha problemas na saúde geral. 

Em casos graves, que é necessário a extração do dente, o implante dentário é o procedimento ideal para manter a harmonia do sorriso no rosto. 

Sempre é importante lembrar que manter a boca saudável é prevenir complicações na saúde, pois há doenças, inclusive cardiovasculares e digestivas, que se iniciam na cavidade oral. 

Por isso, alimentos saudáveis, higiene e respiração nasal são aliados da vida saudável e da prevenção de problemas maiores para o organismo. 

Tratamentos e acompanhamento

Para tratar de problemas como esse, é preciso da avaliação e acompanhamento multidisciplinar de profissionais da área da saúde. 

O papel do dentista nesse caso é de ajudar no diagnóstico precoce para encaminhar para um otorrino para que, junto da fonoaudiologia, haja um tratamento ortodôntico curativo e eficiente.

Desse modo, a funcionalidade da mastigação, alinhamento dental, fala e saúde das vias respiratórias podem ser garantidas, identificando os ofensores, como a necessidade de uma extração de dente ou colocação de aparelho para restabelecer o funcionamento correto das estruturas.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Clínica Ideal, plataforma especializada em marketing e gestão para consultórios e clínicas odontológicas.

Este blog é destinado à democratização do conhecimento sobre respiração e busca ajudar as pessoas a respirarem melhor. Aqui damos dicas de exercícios respiratórios e também apresentamos os melhores aparelhos para a respiração que irão ajudar a ter uma melhor qualidade de vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.